Posts

América do Sol registra 100 mil simulações FV

O Simulador Solar, ferramenta desenvolvida pelo Instituto Ideal para calcular a potência de um sistema fotovoltaico para atender a demanda energética de uma residência, escritório ou indústria, ultrapassou a marca de 100 mil simulações realizadas. O software online ainda dá acesso a um cadastro de empresas instaladoras de sistemas FV e tem sido determinante para o programa América do Sol alcançar seu objetivo: disseminar a energia solar fotovoltaica no país e em todo o continente.

Para a gerente de projetos do Ideal Paula Scheidt, os números mostram o aumento do interesse dos brasileiros por gerar sua própria energia e como o América do Sol tem ajudado. “O Simulador tem sido uma ferramenta importante para que os conceitos básicos sobre a geração fotovoltaica sejam conhecidos pela população”.

O Simulador Solar foi criado com o apoio da Cooperação Alemã para o Desenvolvimento Sustentável, por meio da Deutsche Gesellschaft für Internationale Zusammenarbeit (GIZ) GmbH e KfW banco de fomento alemão.

Ideal é vencedor do Energy Globe Award

O Instituto Ideal recebeu nesta terça-feira (13) o National Energy Globe Award Brazil 2014 pelo projeto América do Sol, que tem como foco a disseminação da energia solar fotovoltaica. No total, mais de mil projetos de todo o mundo se inscreveram para competir nas categorias nacionais de 161 países do Prêmio Energy Globe Award.

A cerimônia foi realizada durante o Seminário Energia + Limpa, evento promovido pelo Ideal e pela UFSC, em Florianópolis-SC. Na ocasião, o Cônsul Comercial da Áustria no Brasil, Ingomar Lochschmidt, da Advantage Austria (Agência de Promoção do Comércio Exterior da República da Áustria), entregou o certificado à gerente de projetos do Ideal, Paula Scheidt Manoel, responsável pelo América do Sol.

“O Prêmio Energy Globe surgiu em 1999 pelo austríaco Wolfgang Neumann e honra projetos de melhores práticas em sustentabilidade ambiental de todas as partes do mundo”, afirmou o Cônsul. “Orgulhamo-nos, como país, do nosso sucesso em indústrias sustentáveis, tecnologias verdes e um meio ambiente que serve de padrão para muitas partes do mundo. O apoio de Advantage Austria ao Prêmio Energy Globe dá continuidade a esta tradição de sustentabilidade tão central para a Áustria, bem como para os milhões de turistas que visitam nosso país a cada ano”, acrescentou.

O projeto América do Sol, que surgiu em 2008, se tornou um dos principais da organização sem fins lucrativos Instituto Ideal e engloba uma série de ações na área de eletricidade solar. O site América do Sol (www.americadosol.org) concentra diversas informações sobre como adotar a fotovoltaica, além de esclarecer sobre normas da área.

No portal, também estão ferramentas como o Mapa de fornecedores, que facilita a localização de empresas do setor e conta com mais de 300 cadastradas, e o Simulador Solar, que permite o cálculo de potência de um sistema fotovoltaico a ser instalado. Desde o lançamento do Simulador, em março de 2013, foram registradas cerca de 25,6 mil simulações, comprovando o interesse dos brasileiros nesse tipo de energia.

América do Sol também envolve a produção e distribuição de cartilhas gratuitas inéditas sobre a fonte renovável. Outra ação do projeto é o 50 telhados, que te, como objetivo a instalação de pelo menos 50 telhados solares em cada cidade participante, com o apoio de empresas instaladoras.

Para Paula Scheidt Manoel, responsável pelo projeto do Ideal, o prêmio é um reconhecimento ao trabalho que a instituição e seus parceiros vêm desenvolvendo em prol da fotovoltaica. “O América do Sol só chegou aonde chegou porque contamos com o envolvimento de muitas pessoas e de diferentes instituições, que colaboraram fortemente para a consolidação do projeto. Por isso, ele é um exemplo de como as parcerias são importantes para alcançarmos nossos objetivos”, afirmou.

América do Sol é um projeto inédito no Brasil e é realizado com o apoio da Cooperação Alemã para o Desenvolvimento Sustentável, por meio da GIZ e KfW, e do Grupo Fotovoltaica da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Em seus diferentes sub-projetos, teve ainda o apoio de instituições como Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL), Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE), Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI), Associação Brasileira de Energia Solar (ABENS) e Grüner Strom Label (GSL), parceiro no Fundo Solar.

O projeto e os premiados dos outros 160 países serão apresentados pelo Energy Globe no dia Mundial do Meio Ambiente nas Nações Unidas (5 de junho). A partir desta data, estarão abertas as inscrições para novos projetos que concorrerão ao Energy Globe Award 2015.

Mais detalhes e inscrições:  http://www.energyglobe.info/.

Outras informações

Gabrielle Bittelbrun
Assessoria de Comunicação – Instituto Ideal (48) 32341757

Energy Globe, Cornelia Kirchweger , T +43-7617-2090-30 [email protected]

Advantage Austria São Paulo, T +55-11-30449944 [email protected]O Instituto Ideal recebeu nesta terça-feira (13) o National Energy Globe Award Brazil 2014 pelo projeto América do Sol, que tem como foco a disseminação da energia solar fotovoltaica. No total, mais de mil projetos de todo o mundo se inscreveram para competir nas categorias nacionais de 161 países do Prêmio Energy Globe Award.

A cerimônia foi realizada durante o Seminário Energia + Limpa, evento promovido pelo Ideal e pela UFSC, em Florianópolis-SC. Na ocasião, o Cônsul Comercial da Áustria no Brasil, Ingomar Lochschmidt, da Advantage Austria (Agência de Promoção do Comércio Exterior da República da Áustria), entregou o certificado à gerente de projetos do Ideal, Paula Scheidt Manoel, responsável pelo América do Sol.

“O Prêmio Energy Globe surgiu em 1999 pelo austríaco Wolfgang Neumann e honra projetos de melhores práticas em sustentabilidade ambiental de todas as partes do mundo”, afirmou o Cônsul. “Orgulhamo-nos, como país, do nosso sucesso em indústrias sustentáveis, tecnologias verdes e um meio ambiente que serve de padrão para muitas partes do mundo. O apoio de Advantage Austria ao Prêmio Energy Globe dá continuidade a esta tradição de sustentabilidade tão central para a Áustria, bem como para os milhões de turistas que visitam nosso país a cada ano”, acrescentou.

O projeto América do Sol, que surgiu em 2008, se tornou um dos principais da organização sem fins lucrativos Instituto Ideal e engloba uma série de ações na área de eletricidade solar. O site América do Sol (www.americadosol.org) concentra diversas informações sobre como adotar a fotovoltaica, além de esclarecer sobre normas da área.

No portal, também estão ferramentas como o Mapa de fornecedores, que facilita a localização de empresas do setor e conta com mais de 300 cadastradas, e o Simulador Solar, que permite o cálculo de potência de um sistema fotovoltaico a ser instalado. Desde o lançamento do Simulador, em março de 2013, foram registradas cerca de 25,6 mil simulações, comprovando o interesse dos brasileiros nesse tipo de energia.

América do Sol também envolve a produção e distribuição de cartilhas gratuitas inéditas sobre a fonte renovável. Outra ação do projeto é o 50 telhados, que te, como objetivo a instalação de pelo menos 50 telhados solares em cada cidade participante, com o apoio de empresas instaladoras.

Para Paula Scheidt Manoel, responsável pelo projeto do Ideal, o prêmio é um reconhecimento ao trabalho que a instituição e seus parceiros vêm desenvolvendo em prol da fotovoltaica. “O América do Sol só chegou aonde chegou porque contamos com o envolvimento de muitas pessoas e de diferentes instituições, que colaboraram fortemente para a consolidação do projeto. Por isso, ele é um exemplo de como as parcerias são importantes para alcançarmos nossos objetivos”, afirmou.

América do Sol é um projeto inédito no Brasil e é realizado com o apoio da Cooperação Alemã para o Desenvolvimento Sustentável, por meio da GIZ e KfW, e do Grupo Fotovoltaica da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Em seus diferentes sub-projetos, teve ainda o apoio de instituições como Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL), Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE), Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI), Associação Brasileira de Energia Solar (ABENS) e Grüner Strom Label (GSL), parceiro no Fundo Solar.

O projeto e os premiados dos outros 160 países serão apresentados pelo Energy Globe no dia Mundial do Meio Ambiente nas Nações Unidas (5 de junho). A partir desta data, estarão abertas as inscrições para novos projetos que concorrerão ao Energy Globe Award 2015.

Mais detalhes e inscrições:  http://www.energyglobe.info/.

Outras informações

Gabrielle Bittelbrun
Assessoria de Comunicação – Instituto Ideal (48) 32341757

Energy Globe, Cornelia Kirchweger , T +43-7617-2090-30 [email protected]

Advantage Austria São Paulo, T +55-11-30449944 [email protected]O Instituto Ideal recebeu nesta terça-feira (13) o National Energy Globe Award Brazil 2014 pelo projeto América do Sol, que tem como foco a disseminação da energia solar fotovoltaica. No total, mais de mil projetos de todo o mundo se inscreveram para competir nas categorias nacionais de 161 países do Prêmio Energy Globe Award.

A cerimônia foi realizada durante o Seminário Energia + Limpa, evento promovido pelo Ideal e pela UFSC, em Florianópolis-SC. Na ocasião, o Cônsul Comercial da Áustria no Brasil, Ingomar Lochschmidt, da Advantage Austria (Agência de Promoção do Comércio Exterior da República da Áustria), entregou o certificado à gerente de projetos do Ideal, Paula Scheidt Manoel, responsável pelo América do Sol.

“O Prêmio Energy Globe surgiu em 1999 pelo austríaco Wolfgang Neumann e honra projetos de melhores práticas em sustentabilidade ambiental de todas as partes do mundo”, afirmou o Cônsul. “Orgulhamo-nos, como país, do nosso sucesso em indústrias sustentáveis, tecnologias verdes e um meio ambiente que serve de padrão para muitas partes do mundo. O apoio de Advantage Austria ao Prêmio Energy Globe dá continuidade a esta tradição de sustentabilidade tão central para a Áustria, bem como para os milhões de turistas que visitam nosso país a cada ano”, acrescentou.

O projeto América do Sol, que surgiu em 2008, se tornou um dos principais da organização sem fins lucrativos Instituto Ideal e engloba uma série de ações na área de eletricidade solar. O site América do Sol (www.americadosol.org) concentra diversas informações sobre como adotar a fotovoltaica, além de esclarecer sobre normas da área.

No portal, também estão ferramentas como o Mapa de fornecedores, que facilita a localização de empresas do setor e conta com mais de 300 cadastradas, e o Simulador Solar, que permite o cálculo de potência de um sistema fotovoltaico a ser instalado. Desde o lançamento do Simulador, em março de 2013, foram registradas cerca de 25,6 mil simulações, comprovando o interesse dos brasileiros nesse tipo de energia.

América do Sol também envolve a produção e distribuição de cartilhas gratuitas inéditas sobre a fonte renovável. Outra ação do projeto é o 50 telhados, que te, como objetivo a instalação de pelo menos 50 telhados solares em cada cidade participante, com o apoio de empresas instaladoras.

Para Paula Scheidt Manoel, responsável pelo projeto do Ideal, o prêmio é um reconhecimento ao trabalho que a instituição e seus parceiros vêm desenvolvendo em prol da fotovoltaica. “O América do Sol só chegou aonde chegou porque contamos com o envolvimento de muitas pessoas e de diferentes instituições, que colaboraram fortemente para a consolidação do projeto. Por isso, ele é um exemplo de como as parcerias são importantes para alcançarmos nossos objetivos”, afirmou.

América do Sol é um projeto inédito no Brasil e é realizado com o apoio da Cooperação Alemã para o Desenvolvimento Sustentável, por meio da GIZ e KfW, e do Grupo Fotovoltaica da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Em seus diferentes sub-projetos, teve ainda o apoio de instituições como Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL), Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE), Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI), Associação Brasileira de Energia Solar (ABENS) e Grüner Strom Label (GSL), parceiro no Fundo Solar.

O projeto e os premiados dos outros 160 países serão apresentados pelo Energy Globe no dia Mundial do Meio Ambiente nas Nações Unidas (5 de junho). A partir desta data, estarão abertas as inscrições para novos projetos que concorrerão ao Energy Globe Award 2015.

Mais detalhes e inscrições:  http://www.energyglobe.info/.

Outras informações

Gabrielle Bittelbrun
Assessoria de Comunicação – Instituto Ideal (48) 32341757

Energy Globe, Cornelia Kirchweger , T +43-7617-2090-30 [email protected]

Advantage Austria São Paulo, T +55-11-30449944 [email protected]

Projeto 50 telhados chega a mais 13 cidades

50telhados_hans

O projeto 50 telhados ganhou a adesão de mais 13 cidades brasileiras, que estarão comprometidas em impulsionar a eletricidade solar.

Com isso, faltam apenas sete para o Instituto para o Desenvolvimento de Energias Alternativas na A

mérica Latina (Ideal) atingir a meta inicial de 20 cidades para o ano 2014.

Em apenas três meses de coordenação do projeto pelo Ideal, foram conquistados os seguintes municípios: Campo Grande (MS), Curitiba (PR), Ribeirão Preto (SP), São José do Rio Preto (SP), Rancharia (SP), Cuiabá (MT), Búzios (RJ), Rio de Janeiro (RJ), Niterói (RJ), Florianópolis (SC), Santa Cruz do Sul (RS), Venâncio Aires (RS) e Lajeado (RS).

Pelo projeto, cada cidade precisa ter pelo menos 50 telhados fotovoltaicos em 24 meses (ou 100 kWp de potência total), instalados por empresas participantes. A intenção do Ideal é que pelo menos 20 cidades integrem o projeto ao longo deste ano.

A execução das metas dos municípios citados ficará a cargo das empresas Solarize, Solar Energy, Araxá Solar, Prátil, Brasil Choice e Solled. O Ideal fará o acompanhamento e divulgação. A busca inicial das empresas para participar do desafio surpreendeu.

“Ficamos surpresos com a grande procura de empresas instaladoras querendo levar o 50 Telhados para suas cidades. Isso é um excelente sinal da força do projeto para alavancar o mercado fotovoltaico no país”, conta a gerente de projetos do Ideal e responsável pelo 50 telhados, Paula Scheidt Manoel.

O CEO da Solar Energy, Hewerton Elias Martins, também acredita no fortalecimento desse mercado. “A implantação em tantas cidades consolidará a geração de energia fotovoltaica como uma opção viável e sustentável para sociedade”, afirmou Martins.

Pensando nisso, a empresa Brasil Choice, de Rancharia, manteve a meta ousada de 50 instalações, mesmo com uma população estimada de 29,7 mil habitantes, segundo o IBGE. Rancharia e as demais cidades contribuirão para se chegar ao objetivo do Ideal de ter pelo menos mil telhados solares instalados no Brasil até 2015. Nesse proce

Hans Rauschmayer, da Solarize, acredita que a própria ideia de se ter uma energia limpa será um facilitador para os objetivos serem superados. “Parte da motivação de instalar um sistema solar é a preocupação com o meio ambiente, o que é reforçado pela ideia de estar entre os 50 primeiros. Percebe-se que há um orgulho que faz a diferença na hora de decidir sobre o tipo de energia que será usada”, afirma.sso, ganham visibilidade cidades participantes, que se tornam referência no setor, e as próprias empresas.

O projeto tem o apoio da Cooperação Alemã para o Desenvolvimento Sustentável, por meio da GIZ.

Como participar

50 telhados foi criado em 2013, pela empresa mineira Econova. Qualquer empresa de engenharia e instalação de sistemas fotovoltaicos conectados à rede elétrica pode participar como empresa executora, basta atender a alguns critérios e conseguir a aprovação do Ideal. Instituições públicas e prefeituras também podem participar, reforçando o apoio ao projeto em canais de comunicação com os cidadãos, por exemplo.

::::: Outras informações no site do 50 telhados.

Projeto 50 telhados
Cidade                                           Empresa executora
Campo Grande (MS)                      Solar Energy
Curitiba (PR)                                   Solar Energy
Ribeirão Preto (SP)                        Solar Energy
São José do Rio Preto (SP)           Solar Energy
Rancharia (SP)                               Brasil Choice
Cuiabá (MT)                                   Solar Energy
Búzios (RJ)                                     Solar Energy, Solarize e Prátil
Rio de Janeiro (RJ)                        Solar Energy, Solarize e Prátil
Niterói (RJ)                                     Prátil e Solarize
Florianópolis (SC)                          Araxá Solar
Santa Cruz do Sul (RS)                  Solled
Venâncio Aires (RS)                       Solled
Lajeado (RS)                                  Solled